Canabinoides para Transtorno Obsessivo-Compulsivo Refratário (TOC)

Setembro 4, 2019
OCD-cannabinoides.png

Aproximadamente 60% dos pacientes que sofrem de transtorno obsessivo compulsivo (TOC) não podem ser tratados com tratamento de primeira linha, no entanto, pesquisas mostraram que incorporar canábis medicinal pode ser a solução para este problema.

O TOC é um transtorno mental provocado por ansiedade ou sofrimento, caracterizado pela presença de pensamentos persistentes, mais conhecidos como obsessões. Esses pensamentos recorrentes são suprimidos por novos pensamentos ou ações, também conhecidos como compulsões (atos realizados em resposta à obsessão). As compulsões visam evitar a ansiedade ou angústia que é sentida.

Cerca de 60% dos pacientes com TOC não respondem ao tratamento de primeira linha. Opções nestes casos incluem um aumento de dosagens ou a mudança para outro medicamento. Novas evidências relatam que pacientes com TOC resistente ao tratamento responderam melhor a uma dose de aumento de medicamentos combinada com canábis medicinal.

Estudos clínicos comprovam resultados efetivos utilizando canabinóides em pacientes com TOC

Em 2008, cientistas publicaram um artigo no American Journal of Psychiatry. Neste artigo, os investigadores apresentaram as experiências de dois pacientes com TOC refratário, um homem e uma mulher, após a administração sintética de THC.

Para o paciente feminino, os médicos prescreveram-lhe um antidepressivo (inibidor seletivo de recaptação de serotonina) com duração de 8 meses e terapia psicológica para tratar o TOC e a depressão, mas sem sucesso. Curiosamente, a mulher relatou que, quando fumava canábis, os sintomas foram aliviados. Foi então decidido complementar o seu tratamento atual com THC sintético. Os sintomas de TOC foram reduzidos e o a gravidade da doença melhorou em 50%. Em relação ao indivíduo do sexo masculino, após a adição do THC sintético à medicação em curso, os sintomas foram reduzidos em até 2 semanas, e a gravidade da doença melhorou em 35%.

Em 2010, um estudo clínico foi posteriormente publicado no Journal of Behavioral Pharmacology, relativo à observação dos efeitos do CBD sobre os roedores. Neste estudo, os cientistas descobriram que o Cannabidiol (CBD), um componente da canábis que demonstrou ter efeitos ansiolíticos, tanto em animais quanto em humanos, pode reduzir significativamente os sintomas associados ao comportamento animal compulsivo estimulado.

Em geral, esses estudos demonstraram um potencial terapêutico dos canabinóides para reduzir os Transtornos Obsessivos Compulsivos Refratários, no entanto, novos estudos são necessários para validar definitivamente a sua utilidade ou não.

Fonte:

https://www.kalapa-clinic.com/en/refractory-obsessive-compulsive-disorder/

A CanPharma tem uma permissão farmacêutica de atacado de acordo com § 52a da Lei Alemã de Medicamentos, bem como uma licença para lidar com narcóticos no sentido §3 da legislação alemã sobre narcóticos. Além disso, a CanPharma possui um sistema de garantia de qualidade certificada pelo GDP.

MEMBER OF

MEMBROS DO

ESCRITÓRIOS

CanPharma GmbH
Wiesbadener Str. 29,
16515 Oranienburg, Germany

ESCRITÓRIOS REPRESENTATIVOS

Berlim
Rosenthaler Str. 34
10178 Berlin
Germany

Barcelona
Gran de Gràcia 15, 1-1
08012 Barcelona
Espanha