Quadro jurídico europeu atual relativo ao uso de cannabis medicinal

Dezembro 4, 2019 0
European-Union-cannabis-legal-aspects-1200x708.jpg

Cannabis medicinal legal na Europa

À medida que o mercado de cannabis cresceu e novas descobertas científicas surgiram, a legislação tornou-se um tópico em questão que pressionou bastante os governos da Europa.

Regulamentos do Consórcio Internacional para Políticas sobre Drogas

Existem dois tipos principais de regulamentação que o Consórcio Internacional de Políticas sobre Drogas (IDPC) estabeleceu em 2018. O primeiro vem da vontade do governo de melhorar a saúde pública que resultou em políticas. Em certos casos, a cannabis recreativa anda de mãos dadas com isso também, por exemplo, no Canadá. O segundo vem das pressões sociais e da iniciativa do cidadão de lutar pela legalização, que é essencialmente o caso no Reino Unido, no qual eles oferecem uma licença legal para pacientes que cumprem requisitos estritos.

A dificuldade em legalizar a cannabis medicinal

Em 1961, a cannabis estava sob a Convenção Única sobre Estupefacientes, o que significava que era proibida internacionalmente, pondo essencialmente fim à pesquisa médica e científica. Com essa proibição, para que os países possam adotar os novos regulamentos, é preciso haver evidências irrefutáveis ​​que demonstrem os usos terapêuticos da substância. Sem o apoio de uma base científica sólida, a legalização da cannabis medicinal pode se tornar um desafio.

Alguns países europeus estão perto de regular a cannabis medicinal

• O Reino Unido

No Reino Unido, o Departamento de Saúde foi forçado a conceder licenças de emergência para dois casos graves de epilepsia em crianças, que consequentemente iniciaram um processo para permitir o acesso ao medicamento. No entanto, isso só é permitido em certas condições, como epilepsia refratária, espasticidade, esclerose múltipla, náusea e vômito induzidos por quimioterapia. Também é necessário que os pacientes tenham passado por todos os tipos de tratamentos convencionais que falharam. Depois de apresentar todos os documentos necessários, apenas o Departamento de Saúde pode determinar se o paciente pode obter acesso.

• Alemanha

A cannabis medicinal foi legalizada na Alemanha em 2017 e é um dos primeiros países a regulamentar a cannabis medicinal nos setores públicos e privados de saúde. Para iniciar o tratamento, os pacientes devem passar por uma companhia de seguros de saúde, que será reembolsada pelo governo. O cultivo de cannabis também é permitido se as empresas tiverem experiência suficiente.

• Itália

Em 2015, o Ministro da Saúde italiano divulgou uma legislação em que os médicos podem prescrever pacientes com cannabis medicinal apenas se a condição puder ser apoiada pela literatura científica. Semelhante ao Reino Unido, só está disponível se o tratamento anterior falhar.

• Dinamarca

Em 2018, o Parlamento dinamarquês lançou um programa de quatro anos permitindo que os médicos prescrevessem produtos de cannabis medicinal apenas se os tratamentos padrão falharem.

• Países Baixos

A Holanda é o único país que não tem o estigma que outros países podem ter, e a reputação dos médicos não fica manchada se eles prescrevem cannabis medicinal. A cannabis na Holanda é considerada uma droga de classificação mais baixa em comparação com outros países e também pode ser prescrita por médicos se os tratamentos padrão anteriores falharem.

A cannabis medicinal é uma necessidade?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Comitê de Peritos em Dependência de Drogas (ECDD) recomendaram que a maconha fosse removida da mais alta classificação de drogas e que sua importância terapêutica fosse reconhecida. O Parlamento Europeu também divulgou que a cannabis é uma necessidade medicinal. Nisso, como muitas entidades importantes tiveram declarações semelhantes, a cannabis medicinal deve ser vista como uma necessidade por todos.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


A CanPharma tem uma permissão farmacêutica de atacado de acordo com § 52a da Lei Alemã de Medicamentos, bem como uma licença para lidar com narcóticos no sentido §3 da legislação alemã sobre narcóticos. Além disso, a CanPharma possui um sistema de garantia de qualidade certificada pelo GDP.

MEMBROS DO

footerlogos

ESCRITÓRIOS

CanPharma GmbH
Wiesbadener Str. 29
16515 Oranienburg
Alemanha

CanPharma Portugal
Rua João Fernandes
Lavrador 1 – Sala 6 2825-
132 Vila Nova de Caparica
Portugal

ESCRITÓRIOS REPRESENTATIVOS

Berlim
Neue Kantstraße 18
14057 Berlim
Alemanha

Barcelona
Gran de Gràcia 15, 1-1
08012 Barcelona
Espanha